Transfusão maciça no paciente traumatizado com contusão pulmonar: relato de caso

Resumo

Introdução: A contusão pulmonar é uma condição frequentemente associada ao paciente politraumatizado, caracterizando-se como uma causa importante de lesão pulmonar aguda. Nos casos mais graves, pode desencadear síndrome do desconforto Respiratório Agudo (SDRA), associada a uma grande morbimortalidade. Ademais, é comum que nos casos de politrauma se necessite do disparo do protocolo de transfusão maciça. A transfusão de hemoderivados também está associada à geração de lesão pulmonar aguda, seja por mecanismos inflamatórios imunitários, como a lesão pulmonar aguda associada à transfusão e mecanismos atrelados à resposta inata, seja por reposição volêmica excessiva ou sepse. Pacientes que apresentam contusão pulmonar e necessitam de transfusão maciça apresentamuma combinação importante de elementos que podem induzir a lesão inflamatória dos pulmões, o que pode representar uma maior morbimortalidade para o paciente. Objetivo: Com o relato de caso em questão, fazer uma breve discussão sobre a necessidade de ativação de protocolo de transfusão maciça em pacientes com contusão pulmonar, além de relatar suas possíveis consequências e cuidados que a serem tomados. Relato do Caso: Descreve-se o caso de paciente com contusão pulmonar, evoluído com síndrome de angústia respiratória aguda, atendida em serviço de emergência do Hospital de Base de São José do Rio Preto, Brasil. Conclusão: Ao ponderar benefícios e malefícios a respeito da realização da transfusão sanguínea e transfusão maciça, há uma tendência a favor de seu uso rotineiro nos serviços de emergências sustentado por protocolos bem estabelecidos. Faz-se necessária, entretanto, a realização de novos estudos a fim de reduzir as complicações associadas à transfusão.

Publicado
março 24, 2021
Como Citar
DOSUALDO, Carlos Henrique et al. Transfusão maciça no paciente traumatizado com contusão pulmonar: relato de caso. Arquivos de Ciências da Saúde, [S.l.], v. 28, n. 1, mar. 2021. ISSN 2318-3691. Disponível em: <https://www.cienciasdasaude.famerp.br/index.php/racs/article/view/1786>. Acesso em: 17 out. 2021. doi: https://doi.org/10.17696/2318-3691.28.1.2021.1786.
Seção
Relatos de Caso