Avaliação epidemiológica da esquistossomose no estado de Pernambuco através de um modelo de regressão beta

  • Danielly de Araújo Soares Universidade Federal da Paraíba
  • Saul de Azevedo Souza
  • Diego José da Silva
  • Allan Batista Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Ulanna Maria Bastos Cavalcante Universidade Federal da Paraíba
  • Caliandra Maria Bezerra Luna Lima

Resumo

Introdução: A esquistossomose é uma doença endêmica em 76 países e afeta cerca de 240 milhões de indivíduos, ocupando o segundo lugar entre as doenças infecto-parasitárias de maior prevalência do mundo. Objetivo: realizar uma avaliação epidemiológica da ocorrência de esquistossomose no Estado de Pernambuco, Brasil, no período de 2007 a 2015. Métodos: Estudo de caráter observacional analítico, com delineamento ecológico, no qual foram utilizadas fontes de dados secundárias. Resultados: Observou-se que ocorreu um decréscimo no percentual de casos positivos no Estado de Pernambuco, de 10,31% para 3,01%. Verificou-se,  de vulneráveis à pobreza, percentual da população em domicílios com densidade > 2 e taxa de desocupação; assim como associação inversa entre taxa de esquistossomose e as variáveis: percentual da população em domicílios com coleta de lixo e taxa de envelhecimento. Conclusão: São necessárias ações que contemplem aspectos socioeconômicos, tais como medidas de saneamento básico, controle dos vetores, educação em saúde e medidas que melhorem de maneira geral a qualidade de vida e de renda da população.


Descritores: Schistosoma; Schistosoma mansoni; Doenças Parasitárias; Fatores de Risco; Estudos Ecológicos.

Publicado
novembro 14, 2019
Como Citar
DE ARAÚJO SOARES, Danielly et al. Avaliação epidemiológica da esquistossomose no estado de Pernambuco através de um modelo de regressão beta. Arquivos de Ciências da Saúde, [S.l.], v. 26, n. 2, p. 116-120, nov. 2019. ISSN 2318-3691. Disponível em: <https://www.cienciasdasaude.famerp.br/index.php/racs/article/view/1302>. Acesso em: 17 out. 2021. doi: https://doi.org/10.17696/2318-3691.26.2.2019.1302.
Seção
Artigos Originais